Áudio atribuído ao prefeito de Piracuruca que reclama da falta de estrutura em hospitais do Piauí é enganoso


Após a confirmação da morte do prefeito de São José do Divino, Antônio Nonato Lima Gomes, vítima da da Covid-19 no Piauí, um suposto áudio atribuído ao prefeito de Piracuruca, Raimundo Alves, circulou neste último final de semana no aplicativo de mensagens instantâneas, o WhatsApp


A pessoa que gravou a mensagem declara que a morte do prefeito era esperada por falta de profissionais de saúde e da má estrutura dos hospitais no Piauí, que segundo a mesma, não consegue atender a demanda de pessoas infectadas com o novo coronavírus.

“Tem que ligar pra Parnaíba para saber se tem como atender um paciente infectado que desenvolveu um sintoma respiratório e tem febre, mando para ir? Tem vaga? Não tem! Piripiri tem? Não tem! E vai fazer o quê? Manda para Teresina. Quanto tempo demora um carro para Teresina? Duas horas e meia, se for ligeiro e a noite. Você não vai deixar o paciente ali. No caminho, o assistente social ou qualquer outra pessoa fala com os hospitais de Teresina e pergunta se tem vaga. E eles dizem não têm… A morte do prefeito é lamentável. Isso mostra a incapacidade lógica do sistema de saúde. Não precisa ter helicóptero e nem disco voador…”.

Este é o áudio falso que circula pelo Whatasapp:


Entramos entrou em contato com o prefeito para apurar a autenticidade do áudio.

“É verdade. Infelizmente, eu fui surpreendido com esta fake news. Este áudio parece uma falsidade tão “falsa”, que não tem nada haver comigo. Não sei o porquê inventaram isso. Infelizmente circulou em vários grupos da capital e de Piracuruca. Reitero a dizer é fake news. Não são as minhas palavras. E eu agradeço a participação por poder confirmar isto”, declarou o prefeito, indignado com o ocorrido.

Ouça o audio gravado pelo próprio Prefeito, Raimundo Alves.

Equipe NUJOC

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *