Deputado mostra hospital de campanha vazio sem citar que não foi inaugurado

 Deputado mostra hospital de campanha vazio sem citar que não foi inaugurado

Circula pelas redes sociais um vídeo em que um homem apresenta um hospital de campanha em Minas Gerais vazio. Na gravação, que viralizou e chegou até mesmo a ser postado pela ex-secretária de cultura Regina Duarte, o homem argumenta que a vacância na estrutura demonstra que a situação no estado não é grave, insinuando um pânico gerado pela mídia, além de defender que prefeitos estão decretando estado de calamidade para desviar dinheiro público. Nossa equipe checou que o vídeo é autêntico, porém trás algumas informações fora de contexto. Por isso, recebeu o selo “Procede, mas se liga”.

View this post on Instagram

Graças a Deus !

A post shared by Regina (@reginaduarte) on

O homem que aparece no vídeo é o deputado estadual Cleitinho (Cidadania-MG). Na gravação, publicada em uma das redes sociais do deputado em 20/05 (confira aqui a publicação original), o parlamentar mostra o hospital vazio, afirmando que isto se deve a situação tranquila no estado. No entanto, não é mencionado que o hospital foi desde o início planejado para ser utilizado apenas no pico da epidemia, quando os leitos dos hospitais da rede pública estivessem lotados. Mesmo durante a instalação dos leitos, a previsão oficial era que a unidade só fosse inaugurada no mês de junho, conforme podemos ver nesta reportagem da afiliada local da Rede Record.

Em Minas Gerais, de acordo com o último boletim da secretaria estadual de saúde, foram registrados 9.232 casos e 257 óbitos por Covid-19, e a taxa de ocupação dos leitos de UTI está atualmente em 69%. Os casos vêm se espalhando pelo interior e em Ipatinga, cidade polo do chamado Vale do Aço, 100% dos leitos de UTI já estão ocupados. Esses números mostram um aumento de 50% da epidemia no estado em uma semana. No dia 22, eram apenas 5.995 casos e 40% dos leitos de UTI ocupados. Também é importante frisar que Minas Gerais é o segundo estado que menos testa no Brasil inteiro.

Em outro trecho do vídeo, o parlamentar elogia o fato de o hospital de campanha ter sido construído com grande aporte da iniciativa privada. De acordo com as informações do Governo do Estado de Minas Gerais, o hospital de campanha, que possui 768 leitos, custou R$ 5,3 milhões, com 80% de recursos da iniciativa privada.

O deputado também afirma que políticos estão aproveitando a pandemia para decretar estado de calamidade e desviar dinheiro público, citando nominalmente o estado do Rio de Janeiro. De fato, o governo fluminense está sendo investigado por suspeita de desvios de recursos para ações de combate à pandemia do Coronavírus.

Equipe NUJOC

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *