Diretor de hospital volta atrás e desmente declaração sobre registro de casos de Covid-19

 Diretor de hospital volta atrás e desmente declaração  sobre registro de casos de Covid-19

O médico Roberto Badaró havia afirmado que 40% dos óbitos registrados no Hospital Espanhol, em Salvador, eram falsamente atribuídos a Covid-19

Circula nas redes sociais matéria publicada pelo site Portal Novo Norte no dia 10 de junho, cujo título afirma que “infectologista admite que 40% dos óbitos registrados são falsamente atribuídos a Covid-19”. A declaração foi dada pelo diretor do Hospital Espanhol, o infectologista Roberto Badaró, em entrevista à Rádio Metrópole FM no dia 10 de junho de 2020 (assista aqui o momento da declaração, a partir dos 52″48″).

No dia seguinte, após a repercussão da declaração dada, Badaró voltou atrás e emitiu uma nota “negando que a unidade classifique indevidamente os óbitos dos pacientes com o diagnóstico de coronavírus (Covid-19)”, conforme mostra esta publicação da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab).

Hospital Espanhol, na Bahia – Foto: Secretaria de Saúde da Bahia

“Em relação às notícias que estão sendo veiculadas sobre a classificação equivocada de óbitos por coronavírus (Covid-19), venho a público dizer que a forma como expressei-me não reflete corretamente o que acontece no Hospital Espanhol, do qual sou Diretor Médico, nem faz justiça ao trabalho primoroso que vem sendo realizado pelo Governo do Estado e Prefeituras no enfrentamento da pandemia”, declarou Badaró na nota.

Segundo ele, “não é correto afirmar que óbitos são lançados indevidamente como Covid-19. Em verdade, todos os óbitos ocorridos no Hospital Espanhol são avalizados pela coordenação médica. Se o óbito ocorre é obrigação da unidade hospitalar que emite a Declaração de Óbito”. Veja a nota na íntegra aqui.

Ao observar apenas o título da matéria do site Portal Novo Norte, o leitor pode, erroneamente, depreender que se trata de todos os casos. Descontextualizado, o título não informa muito e leva a uma interpretação equivocada. O texto tampouco entra em detalhes: em apenas três parágrafos a publicação, de caráter declaratório, não traz outras informações de banco de dados, mas apenas a fala do médico Roberto Badaró. Ali, é possível observar que se trata não da totalidade de pacientes em hospitais, mas dos doentes atendidos pelo Hospital Espanhol, localizado em Salvador, na Bahia.

O Hospital Espanhol, em Salvador, é o hospital de referência para a Covid-19 no estado. O local foi reaberto em abril, funcionando como um centro de tratamento para acolher, exclusivamente, pacientes acometidos de sintomas graves da Covid-19, segundo informou na época o site instituicional da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab).

Equipe NUJOC