Entenda: China admite que eficácia da Coronavac é baixa?

 Entenda: China admite que eficácia da Coronavac é baixa?

Fala de diretor de Centro Chinês repercute após ser mal interpretada e causar polêmica nas redes sociais.

Uma denúncia enviada pelo aplicativo gerou bastante repercussão nas redes sociais. Na publicação, é dito que a China admitiu que a vacina produzida pelo país, a Coronavac, teria uma baixa eficácia contra a covid-19.
A informação foi repassada após uma fala de Gao Fu, diretor do Centro Chinês para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) que teria afirmado o fato.

Após dizer que a eficácia das vacinas contra a covid-19 desenvolvidas pela China é baixa, o diretor destacou que foi “mal interpretado”.
Depois de sua avaliação sobre a efetividade dos imunizantes chineses ter repercutido na imprensa mundial, Gao disse que tudo não passou de um “completo mal-entendido”.
O diretor argumentou que estava falando das vacinas de uma maneira geral, não apenas das chinesas. Segundo ele, cientistas de todo o mundo precisam trabalhar para que os imunizantes garantam uma maior proteção para a população global.
“As taxas de proteção de todas as vacinas no mundo são às vezes altas e às vezes baixas. Nesse sentido, sugiro que pensemos em ajustar o processo de vacinação, como o número de doses e intervalos e adotar a vacinação sequencial com diferentes tipos de vacinas”, disse.
Por conta disso, Gao também admitiu que autoridades de saúde do país, avaliavam fazer a junção dos imunizantes em busca de garantir uma maior proteção contra a covid-19.

Equipe NUJOC