Hidroxicloroquina não deve ser utilizada por pessoas que não sejam pacientes clínicos infectados com Covid – 19

 Hidroxicloroquina não deve ser utilizada por pessoas que não sejam pacientes clínicos infectados com Covid – 19

Um vídeo publicado no canal do Youtube do presidente Jair Bolsonaro traz uma matéria de TV da emissora americana Fox News sobre a eficácia da hidroxicloroquina no tratamento da Covid – 19. Recebemos esta denúncia pelo aplicativo Eu Fiscalizo, da Fiocruz.

A matéria chama atenção para um “novo estudo bombástico” sobre a hidroxicloroquina, realizado pelo Sistema de Saúde privado Henry Ford, que mostra que o medicamento reduz significativamente a taxa de mortalidade em pacientes com Covid – 19.

A hidroxicloroquina não deve ser utilizada por pessoas que não estejam em tratamento clínico da Covid – 19. Imagem: Reprodução Pharmaceutical Journal

O estudo mostra também que nenhum dos pacientes tratados com a hidroxicloroquina apresentou sintomas colaterais, como arritmia cardíaca. A matéria inclui a participação do médico cardiologista Ramin Ouskoui, que defende a aplicação do medicamento no tratamento de pacientes com coronavírus e afirma que as restrições da FDA sobre a hidroxicloroquina são infundadas.

A FDA, órgão americano de regulamentação de alimentos e medicamentos, alerta para os perigos do uso da hidroxicloroquina fora do tratamento clínico da Covid – 19, enquanto a Organização Mundial da Saúde (OMS) defende que o medicamento não funciona de forma preventiva contra a doença e recomenda a suspensão dos tratamentos com este fármaco.

Trump revelou que está tomando hidroxicloroquina como prevenção contra a Covid – 19, e estimula que profissionais de saúde façam o mesmo. No Brasil, essa prática teve a adesão de Jair Bolsonaro e seus seguidores, na defesa de que o medicamento seria a cura para a doença.

De acordo com o Pew Research Center, um centro independente de pesquisas sobre jornalismo americano, a Fox News é um canal de notícias conservador ligado ao Partido Republicano do presidente Donald Trump, e é esperado que o conteúdo da emissora adote o discurso do presidente americano.

A matéria da Fox News apenas defendeu o uso da hidroxicloroquina, conforme o alinhamento com o presidente, mas não trouxe detalhes sobre o estudo citado. Apesar de verdadeira, a matéria é tendenciosa e não informa de maneira completa sobre como deve ser o tratamento correto com o medicamento.

De acordo com o Sistema de Saúde Henry Ford, a hidroxicloroquina reduziu em 13% a mortalidade de pacientes hospitalizados com Covid – 19, em relação a um grupo onde não houve a administração do medicamento.

Porém, de acordo com Marcus Zervos, um dos médicos autores do artigo, o estudo deve ser interpretado com cuidado:

“Nenhum dos pacientes apresentou anormalidades cardíacas, que é uma das razões para se evitar a hidroxicloroquina como tratamento para a Covid – 19. Este medicamento não deve ser aplicado a pessoas que não sejam pacientes clínicos, pois nos hospitais há um rigor na aplicação e na avaliação dos pacientes”.

A Fox News apresenta um argumento que invalida seu próprio posicionamento: a emissora alinhada a Donald Trump, o presidente que toma hidroxicloroquina sem ser um paciente clínico com coronavírus, cita um artigo que rejeita esta prática e recomenda que a medicação seja utilizada de forma cuidadosa apenas em pacientes hospitalizados com Covid – 19.

O Nujoc Checagem já verificou diversos boatos que defendem a hidroxicloroquina como a cura para o coronavírus , mas nenhum deles é verdadeiro. A Sociedade Brasileira de Infectologia também é contra o uso do medicamento no tratamento da doença, e “solicita que agentes públicos, incluindo municípios, estados e Ministério da Saúde reavaliem suas orientações de tratamento, não gastando dinheiro público em tratamentos que são comprovadamente ineficazes e que podem causar efeitos colaterais.”

Até o momento, verificamos que a solução mais eficiente contra a doença é a prevenção pelo distanciamento social e uso de máscaras.

Equipe NUJOC