Informação de ortopedista sobre escolha do Remdezivir para tratamento da Covid – 19 é falsa

 Informação de ortopedista sobre escolha do Remdezivir para tratamento da Covid – 19 é falsa

Circula nas redes socias um vídeo num qual um médico ortopedista atribui diversos benefícios ao uso da hidroxicloroquina no tratamento da Covid – 19 e afirma que a não escolha desse medicamento é resultado de interesses comerciais.

No vídeo, o médico Cláudio Agualusa apresenta-se como ortopedista do Estado do Rio de Janeiro e afirma ter receitado hidroxicloroquina durante mais de 20 anos a pacientes com artrose severa.

O médico afirma também que há uma suposta campanha de desqualificação da hidroxicloroquina pelas instituições de saúde pública do Brasil e a opção pelo medicamento Remdezivir como medicamento caro e ineficiente para tratamento da Covid – 19, o que beneficiaria propositalmente a empresa farmacêutica americana Gilead Sciences, fornecedora do medicamento.

A informação a respeito da escolha do Remdezivir é falsa. De acordo com o site da Gilead, o medicamento é testado desde janeiro de 2020, mas ainda não obteve aprovação da FDA, o órgão americano de regulamentação de alimentos e medicamentos.

“Remdesivir é um agente que não foi licenciado ou aprovado em nenhum lugar do mundo, e não foi demonstrado se é seguro ou efetivo para o uso no tratamento da Covid – 19. Como resultado, o medicamento não deverá ser comercializado”, informou em nota Daniel O’Day, presidente executivo do laboratório Gilead Sciences.

Sobre a hidroxicloroquina, já existem diversos estudos sobre a os riscos dos efeitos colateriais desta medicação, como problemas de arritmia cardíaca e problemas sanguíneos.

O Nujoc Checagem já verificou notícias sobre a não aprovação do uso da cloroquina no tratamento da Covid -19 pela FDA e sobre o uso da cloroquina em casos leves da doença.

Equipe NUJOC

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *