Notícia sobre redução das mortes durante a pandemia distorce estatísticas oficiais

 Notícia sobre redução das mortes durante a pandemia distorce estatísticas oficiais

O Nujoc Checagem recebeu uma denúncia do aplicativo Eu Fiscalizo sobre a suposta redução do número de mortes no país, mesmo com a pandemia da Covid – 19.

A notícia sobre esta redução foi compartilhada no perfil do Twitter do pastor e deputado federal, Marco Feliciano. A matéria informa que, entre os meses de março e maio de 2020, o Brasil teve cerca de 22 mil mortes a menos do que neste mesmo período em 2019, uma redução de cerca de 11,6%.

A matéria faz referência ao Portal da Transparência dos Cartórios. Mesmo que seja uma fonte confiável, o registro das mortes por Covid – 19 pode demorar de 15 a 28 dias.

De acordo com a Associação Nacional dos Registradores Naturais (Arpen), entidade responsável pelo Portal, este prazo nem sempre está atualizado. “Isto acontece por que a Lei Federal 6.015 prevê um prazo para registro de até 24 horas do falecimento, podendo ser expandido para até 15 dias em alguns casos, enquanto a norma do CNJ prevê que os cartórios devem enviar seus registros à Central Nacional em até oito dias após a efetuação do óbito.”

Ou seja, o número das mortes registradas no Portal é ligeiramente defasado em relação à contagem de mortos realizadas pelos órgãos de saúde municipais, estaduais e federais.

Portanto, a comparação realizada pela matéria e pelo deputado são falsas. Diversas notícias falsas utilizam informações verídicas fora de contexto para menosprezar a gravidade da pandemia no Brasil.

O Nujoc checagem já verificou um caso semelhante, em uma notícia falsa que informava uma redução de 2,29% de mortes neste ano em relação a 2019 a partir de dados levantados por uma Associação de empresas do setor funerário.

Equipe NUJOC

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *