Postagem distorce fatos ao defender que a esquerda brasileira é responsável por mortes na pandemia

 Postagem distorce fatos ao defender que a esquerda brasileira é responsável por mortes na pandemia

Na semana em que Cuba anunciou que não houve novos casos da casos da Covid – 19 pela primeira vez em 130 dias, recebemos uma denúncia de uma postagem no Instagram que comemora o uso da hidroxicloroquina pelo país no tratamento contra a doença.

Recebemos esta postagem pelo Eu Fiscalizo, aplicativo de denúncias de boatos da Fiocruz, que defende que “até Cuba” usa a hidroxicloroquina, enquanto no Brasil há uma “campanha da esquerda brasileira contra o medicamento”.

https://www.instagram.com/p/CChCyZBFHrb/

O post atribui a fonte dessa informação a uma matéria de uma agência de notícias estatal da Turquia, a Andalou Agency. A notícia informa que a hidroxicloroquina, usada para o tratamento da malária, está sendo usada em pacientes infectados pelo coronavírus na fase inicial.

Até este ponto, o post e a matéria são semelhantes ao informar que o medicamento é usado no tratamento da Covid – 19. Porém, as coisas se distanciam daí em diante. Explicaremos:

Na notícia, o médico Augustin Davila afirma estar ciente de que a hidroxicloroquina é uma droga que tem causado controvérsias na sua aplicação contra o coronavírus, e que é usada apenas nos estados iniciais da doença e em pacientes que não apresentam comorbidades, pois poderiam sofrer complicações em decorrência do medicamento.

De acordo com Davila, o medicamento é usado apenas em ‘’poucos pacientes ativos’’ e não é o componente principal do tratamento cubano. O fato de Cuba ter um grande número de médicos por habitante (8,2 a cada 1000 pessoas) contribuiu para que o país apresentasse cerca de 2400 casos e 86 mortes e zerar a transmissão da doença em cerca de 4 meses.

No caso da postagem, o perfil usa a matéria e o fato para defender a ideia de que a esquerda rejeita a hidroxicloroquina e, por isso, é responsável por “muitas mortes”.

A postagem não mostra mais detalhes sobre o fato e usa a notícia para defender uma ideia falsa porque tira a informação do contexto para tentar basear um boato com conotação política anti esquerda.

A hidroxicloroquina é um tema comum nas verificações do Nujoc Checagem. O erro comum a todas elas é defender este medicamento como sendo um tratamento geral e eficiente para todos os casos de infectados pelo coronavírus, fato que é desmentido pelo médico Augustin Davila. A medida mais eficiente contra a Covid – 19 é a prevenção através do distanciamento social.

Equipe NUJOC

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *