É falsa a informação que diz que a Polícia Federal do Amazonas desenterrou 26 caixões vazios

 É falsa a informação que diz que a Polícia Federal do Amazonas desenterrou 26 caixões vazios

Em parceria com o aplicativo @eufiscalizo, não foram apuradas quaisquer informações que comprovem a validade dessa informações que relacionam a polícia federal do Amazonas com o caso específico. A mensagem é falsa.

O número de óbitos ocasionados pelo novo coronavirus tem alcançado um patamar preocupante e catastrófico. Segundo o último relatório do Ministério da Saúde, nas últimas 24 horas o Brasil totalizou o número de 43.959 mortes registradas.

Em meio a toda turbulência das incertezas vivenciadas pela Covid-19 no Brasil, o fluxo de informações falsas também é preocupante.

A exemplo disso, circula pelas redes sociais uma notícia em que a Polícia Federal do Amazonas havia desenterrado 26 caixões vazios. Essa mensagem foi desmentida pelo delegado da Superintendência Regional do Estado, Leandro Almada, que afirmou que: A Polícia Federal no Estado do Amazonas jamais realizou diligências nas condições descritas”. E que “qualquer informação que circule nas redes sociais em nome da PF que não tenha partido de nossos canais oficiais é de total responsabilidade de quem a divulgou.”

Em busca no site oficial da agência de notícias da polícia federal, não há qualquer registro que faça alusão em concordância com as mensagens divulgadas. Só no Facebook, esta informação falsa teve pelo menos 12 mil compartilhamentos.

Publicações desse porte tentam mitigar a gravidade da pandemia no Brasil, sobretudo no Amazonas que atualmente registra a quantidade de 23.138 casos confirmados, segundo o portal da transparência da Prefeitura de Manaus.

Além do mais, a imagem vinculada nas publicações referentes a este caso, datam do ano de 2017 e que nem foram feitas no Estado.

A imagem, na verdade era de uma reportagem cujo conteúdo denunciava uma fraude no resgate de seguro de vida no Estado de São Paulo, portanto fora do contexto de pandemia.

O registro da imagem pertence ao repórter fotográfico Milton Rogério, do portal São Gonçalo Agora.

Outra imagem de um cemitério em Manaus com uma fileira de caixões em uma vala, circula pela internet e  possui também informações falsas atribuídas a este registro. A prefeitura, informou que não há caixões vazios sendo enterrados, e que foi necessário abrir trincheiras no local devido ao número de óbitos registrados na cidade. Esta notícia foi vinculada a TV Band que negou ter produzido qualquer reportagem referente ao conteúdo dessas mensagens.

O caso citado de fraude de seguro por uma família em São Gonçalo no ano de 2017 que havia enterrado um caixão com um saco de serragem para forjar uma morte e obter indenização de uma seguradora pode ser conferido aqui.

Equipe NUJOC

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *